Gestão de riscos no governo de Goiás é tema de livro lançado por gestores da CGE

Um dos objetivos da publicação é auxiliar órgãos da Administração Pública na implementação e no aprimoramento da gestão de riscos. Metodologia foi aplicada com sucesso ao longo dos últimos quatro anos

Case de sucesso no setor público brasileiro, a implantação da gestão de riscos em todos os órgãos do Poder Executivo de Goiás, um dos eixos do Programa de Compliance Público, está agora transformada em livro. A obra “Gestão de Riscos na Prática – Conceitos, Desafios e Resultados no Estado de Goiás” foi lançada dia 23/12, no Ópera Café Bistrô, em Goiânia. Ao longo da manhã, mais de 100 pessoas, entre integrantes do governo, amigos e interessados no tema, passaram pelo café para prestigiar o lançamento da obra.

Publicado pela Editora Fórum, o livro, que tem apresentação do governador Ronaldo Caiado e prefácio de Fabrício Motta, é de autoria do controlador-geral do Estado de Goiás, Henrique Ziller e de três gestores de Finanças e Controle da Controladoria-Geral do Estado (CGE), órgão que coordena o Programa de Compliance Público. São eles Mara Nunes Borges, Luís Henrique Crispim e Adriano de Castro.

Segundo os autores, o objetivo principal da obra é auxiliar órgãos da Administração Pública no processo de implantação e aprimoramento da gestão de riscos, bem como servir de orientação e referência a outros entes que iniciem trabalho semelhante. Além dos conceitos, apresenta o roteiro detalhado de cada passo tomado pelo estado de Goiás no processo da gestão de riscos, bem como as repercussões, benefícios e resultados alcançados.

Ao integrar teoria e prática, o livro é um verdadeiro manual de gestão de riscos que, já aplicado, apresenta os caminhos a serem percorridos por uma organização, independentemente do seu tamanho e grau de complexidade. Nesse sentido, oferece metodologia sobre o tema e sugere modelos para a implantação e sedimentação da gestão de riscos, que tem como foco a qualificação da gestão pública e do gasto público.

De acordo com os modernos referenciais de auditoria e consultoria, a gestão de riscos é essencial para a boa governança, pois fornece garantia razoável para que os objetivos organizacionais sejam alcançados. Ela também é fundamental para o processo decisório e para um gerenciamento eficaz dentro das organizações, daí a importância de uma obra que explora caminhos que foram transpostos e que apresenta os resultados alcançados.

Controladoria-Geral do Estado (CGE) – Governo de Goiás