1º Encontro Estadual das Secretarias Executivas e Escritórios de Compliance compartilha experiências e resultados do Programa de Compliance Público

 

A CGE realizou hoje (11/5) o 1º Encontro Estadual das Secretarias Executivas e Escritórios de Compliance do Governo de Goiás. Participaram cerca de 200 servidores que estão à frente do Programa de Compliance Público (PCP) nos órgãos e entidades estaduais e que receberam informações sobre andamento e resultados dos quatro eixos do programa – ética, transparência, responsabilização e gestão de riscos.

A abertura do evento foi realizada pelo controlador-geral do Estado, Henrique Ziller, que agradeceu o trabalho dos servidores na implementação do PCP, trabalho esse que tem elevado a qualidade da gestão administrativa e financeira do Governo de Goiás. O PCP está implantado nas 48 pastas do Poder Executivo goiano e desde 2019, quando foi criado pelo governador Ronaldo Caiado, promoveu a redução dos níveis dos mais de 1.700 riscos identificados, que contam com 3.600 ações de tratamento aprovadas.

Por meio do PCP, as páginas de acesso à informação do Estado e de todos os órgãos e entidades estaduais apresentam atualmente grau elevado de transparência, de acordo com a metodologia da Associação dos Tribunais de Contas (Atricon), uma das mais rigorosas do País. Outro dado importante apresentado pela CGE é que, por meio das ações do PCP na administração, o governo estadual conseguiu uma economia potencial de R$ 1,67 bilhão. Servidores estaduais passaram por mais de 6.800 capacitações nos quatro eixos e foram realizadas 114 auditorias baseadas em riscos (ABR).

Os objetivos do PCP, o resumo dos resultados por eixo e a atuação esperada dos membros dos escritórios de compliance e das secretarias executivas de compliance foram apresentados pelo superintendente de Correição Administrativa da CGE, Bruno Mendes; superintendente de Inspeção, Cláudio Martins; superintendente de Governo Aberto, Bruno Rolim; superintendente de Participação Cidadã (em substituição), Andrei Azevedo; e pelo assessor de Controle Interno da Secretaria de Meio Ambiente, José Augusto Carneiro.

Representantes dos escritórios de compliance de alguns órgãos também compartilharam com os demais experiências e resultados positivos alcançados em suas pastas a partir da execução do Programa de Compliance Público. Pela Secretaria de Segurança Pública, a apresentação foi realizada pela 1º Tem PM Priscilla Andrade, da Secretaria de Segurança Pública; Haroldo Aquegawa, da Seneago; Mariana Máximo, da Juceg e Valéria Carvalho, da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Até o final de maio, em continuidade à formação, os integrantes dos escritórios de compliance participarão ainda de duas oficinas on-line, com os temas: “Propósito da Gestão de Riscos e os modelos sugestivos de documentos da Gestão de Riscos” e “O Processo de Avaliação de Riscos da ISO 31.000/2018: Monitoramento, análise crítica, registro e relato”. As oficinas estão com inscrições abertas na Escola de Governo e ocorrerão nos dias 17/5 e 31/5, cada uma com carga horária de duas horas.

Controladoria-Geral do Estado (CGE) – Governo de Goiás