Governo de Goiás conclui primeira edição do projeto Agentes da Cidadania

Com 2 mil participantes de todo o Estado, projeto chega ao fim com palestra sobre o que é ser cidadão e sobre como participação individual pode melhorar funcionamento da democracia

O Governo de Goiás, por meio da Controladoria-Geral do Estado (CGE), e em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG), realizou, nesta terça-feira (30/03), a aula de encerramento do projeto Agentes da Cidadania. A iniciativa tem por finalidade desenvolver a participação social e a cidadania, por meio do conhecimento por parte da população das ferramentas disponíveis no setor público, tais como os sistemas de ouvidoria e os portais da transparência, entre outras.

O curso foi gratuito e exclusivo para cidadãos goianos com mais de 16 anos de idade. Ofereceu 2 mil vagas e foi realizado por meio de aulas práticas, chats e webinares em plataformas como YouTube, Telegram, Zoom e outras, durante seis semanas, com 30 horas/aula. Ao final, o participante recebeu certificação emitida pela UFG.

Na abertura, transmitida pelo canal da CGE no YouTube (/cgegoias), o controlador-geral do Estado, Henrique Ziller, o subcontrolador de Governo Aberto e Participação Cidadã, Diego Ramalho, a líder de Projetos de Controle Social da CGE, Gabriella Pio, e a professora Jéssica Traguetto, da UFG, comemoraram os números e resultados dessa primeira edição do projeto. 

Em uma fala de agradecimento, Henrique Ziller enalteceu o empenho dos participantes no curso e, principalmente, o retorno dos resultados, elencados pelos participantes em depoimentos na plataforma de interação. Para ele, um dos focos da atuação da CGE no Governo de Ronaldo Caiado tem sido justamente buscar formas de ampliar a participação cidadã na interação com o governo, de forma que a sociedade entenda, cada vez mais, que o bem público é de cada um e que todos têm direito de saber como as administrações públicas tratam esse bem.

Formanda na turma, Elaine Maria Gonzaga de Souza, professora da Secretaria da Educação de Goiás, representou os 2 mil participantes do projeto na aula de encerramento. Ela deu um testemunho emocionante sobre como o Agentes da Cidadania e outros projetos da CGE, como o Estudantes de Atitude, vêm mudando a visão dela e a de seus alunos na rede pública estadual sobre a importância da participação popular e do controle social para exercerem a verdadeira cidadania.

A aula sobre ética, cidadania e participação popular nos projetos de governo e na mudança da sociedade ficou a cargo do professor Antônio Napole Neto, do Centro de Liderança Pública. Para ele, ser cidadão é conhecer nossa história e ter consciência das dificuldades que foram suplantadas por aqueles que vieram antes de nós e que nos trouxeram uma vida melhor. E que cabe a cada um, agora, honrar essa história e construir o próximo elo forte da corrente. “Ser cidadão é fazer pequenas coisas que estão ao seu alcance, é oferecer uma parte possível do seu tempo para ajudar sua comunidade, por exemplo”, afirmou. 

Para finalizar, Napole Neto respondeu perguntas sobre cidadania e sobre sua apresentação, enviadas pelos participantes por meio do chat. Toda a transmissão contou com a tradução para libras das intérpretes Gessilma Dias e Vanessa Costa. A aula de encerramento foi gravada e pode ser acessada no canal da CGE no YouTube (https://youtu.be/sPvBjkn3i4c).

Controladoria-Geral do Estado (CGE) – Governo de Goiás