Projetos criados pela CGE são destaque em outros estados

Projetos Estudantes de Atitude e Embaixadores da Cidadania, executados pelo Governo de Goiás e coordenados pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), foram destaques em reuniões realizadas, nesta quinta-feira (25/03), com alunos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e com coordenador de Direitos Humanos da cidade do Rio de Janeiro

O Governo de Goiás, por meio da Controladoria-Geral do Estado (CGE), apresentou a estudantes da Fundação Getúlio Vargas (FGV) o projeto Estudantes de Atitude e ao coordenador de Direitos Humanos da cidade do Rio de Janeiro o projeto Embaixadores da Cidadania. As duas experiências desenvolvidas no Estado de Goiás vêm despertando o interesse de gestores em outros estados e podem se tornar referência para projetos semelhantes.

O sucontrolador de Governo Aberto e Participação Cidadã da Controladoria-Geral do Estado (CGE), Diego Ramalho, foi convidado pelo professor Humberto Dantas, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), para compartilhar a experiência do Governo de Goiás com o  projeto Estudantes de Atitude. O encontro, com os alunos do curso “Construindo experiências de educação política” ocorreu na manhã desta quinta-feira (25/03), de forma virtual.

Diego explicou para os alunos o conceito de tecnologia social, fez um retrospecto da trajetória no terceiro setor e na política social e relatou casos anteriores em que o controle social conseguiu resultados impressionantes em diversas regiões do Brasil. Ele destacou os principais pontos da primeira edição do Estudantes de Atitude, em 2019, e como foi gratificante conseguir a participação maciça dos estudantes, pais, professores e servidores das escolas públicas selecionadas em Goiás. O subcontrolador reforçou, também, o foco do projeto, que é trazer os alunos para a prática democrática e incentivar a participação social nas realidades locais.

Após a apresentação, o professor Dantas falou da importância de projetos como este  e lembrou da escola visitada por ele durante a execução do Estudantes de Atitude, exaltando a capacidade de fazer a articulação institucional, ou seja, o relacionamento com outros órgãos, entidades e entes privados.

A gerente de Controle Social da CGE, Marjorie Lynn, participou do encontro, e falou das suas expectativas e dos desafios provocados pela pandemia para a edição 2021 do projeto Estudantes de Atitude. Os alunos do curso também interagiram com os servidores da CGE e fizeram perguntas sobre o funcionamento do projeto. Ao fim, o professor Dantas desafiou os alunos do curso a se engajarem na nova edição dos Estudantes de Atitude.

O projeto Estudantes de Atitude se propõe a combater, por meio de uma competição entre as escolas, um problema de percepção e engajamento: as intervenções realizadas no ambiente escolar, a partir do diagnóstico dos problemas encontrados na etapa de auditoria cívica realizada, faz com que os alunos participantes da iniciativa possam sentir concretamente os resultados de suas ações.

A competição propicia a prática do controle social e faz com que os estudantes da rede pública de ensino percebam como pequenas ações de cidadania podem gerar resultados transformadores no ambiente escolar. Por meio do engajamento de professores e alunos nas diversas etapas do projeto, a comunidade escolar é suscitada a buscar soluções alternativas e passíveis de serem realizadas por seus próprios membros e que contribuam para a gestão mais eficiente dos recursos.

Embaixadores da Cidadania

Já na tarde de quinta-feira, Diego Ramalho e Marjorie Lynn participaram de reunião com o coordenador de Direitos Humanos da Prefeitura do Rio de Janeiro, Walter Leiras, para apresentar o projeto Embaixadores da Cidadania. Na reunião, os servidores da CGE falaram sobre a criação do projeto, a dinâmica envolvida e o método utilizado, além de compartilhar experiências vividas durante os meses de execução do Embaixadores.

O coordenador Walter Leiras disse que a reunião foi solicitada para conhecer detalhes do projeto, e se disse impressionado com o trabalho e incentivado a implementar projeto semelhante para os estudantes cariocas. O subcontrolador da CGE ofereceu apoio para as necessidades, incluída a possibilidade de uma parceria entre os dois órgãos, para alcançar ainda mais pessoas na educação cidadã.

O Embaixadores da Cidadania é um projeto que visa capacitar pessoas em temas referentes à cidadania e à participação cidadã. O projeto de certificação foi lançado em 2020 e realizado pelo Governo de Goiás, por meio da CGE-GO, e em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG).

Além da capacitação formal, com cursos de educação à distância, também é foco do projeto aproximar o cidadão de sua comunidade e dos espaços de tomada de decisão, com o fomento de ações práticas de cidadania que possibilitem aos participantes assumir uma postura de protagonismo na sociedade, expressa pela produção de um projeto social inovador que pretenda resolver um problema público de forma compartilhada com a comunidade, governo e demais atores envolvidos.

Controladoria-Geral do Estado (CGE) - Governo de Goiás